quarta-feira, 4 de março de 2009

VIVE. É SOL




"A flor da dúvida tem raízes
de relâmpago,vivia espec-
tro e eu desconhecia. "
Horácio Costa


Da vida tenho dúvida
na vida tenho dívida
devo à dúvida a vida
Única dívida devida

Da vida à dúvida
Vim à vida
Vinha viva
em longa vinda vinha

Devido estar vivo
duvidei
dividido
em viva dúvida

Que devo à vida?
vim semente
que deve a vida?
A si somente

Minto
quando só
mente a mim
a mente
Que se deve à vida
dúvida além da
feita semente...

Vivo
De mente

e duvido

2 comentários:

  1. Meu querido, viva mais, e viva de mente sim... você não sabe, ou sabe, o quanto nos faz bem.
    Um beijo muito grande, em especial, por amanhã!

    ResponderExcluir
  2. Daniel Dias da Silva9 de março de 2009 11:04

    Meu querido, andei viajando pelas suas palavras! Não sabia em qual poema deixar a mensagem... Todos são tão bons... Mas fiquei receoso de acabar perdido e não lido (o maior desespero de um autor)! Deixo, então, num dos últimos, na esperança de ser o próximo. Êita presentão esse!! Que mulher, a sua, hein?! Tou um pouco atrasado, mas queria deixar aqui minha mensagem de Feliz Aniversário e expressar o meu carinho, minha amizade, minha saudade... Muita luz e criatividade em tudo o que fizer, meu amigo! Você é um brilho especial nesse mundo sombrio! Parabéns pelo seu dia, pela sua arte, pelo seu ser!
    Ass.: Daniel Dias da Silva

    ResponderExcluir